Bernardo Silva rejeitou hoje que o mau estado do relvado do estádio Josy Barthel possa servir de desculpa para um possível mau resultado de Portugal no Luxemburgo, no encontro decisivo de apuramento para o Euro2020 de futebol.

"Espero que o relvado esteja nas melhores condições possíveis, mas não há desculpas, quer se jogue num bom relvado ou num menos bom. Vamos tentar ganhar o jogo e dar o melhor para estar no Europeu. Os jogadores estão habituados a todos os tipos de condições. Não há desculpas", afirmou Bernardo Silva.

O jogador, de 25 anos, falava aos jornalistas no complexo desportivo de Bissen, localizado a 40 quilómetros da capital, num ginásio que durante algumas horas foi transformado em sala de imprensa e no qual foi feita a conferência de antevisão do último jogo do Grupo B.

"Estamos confiantes. É um jogo decisivo, frente a uma seleção que nos criou grandes problemas no primeiro jogo. É uma seleção muito forte, mas Portugal quer estar no Euro", reforçou o médio do Manchester City.

Com apenas três dias de diferença em comparação com o jogo da Lituânia (6-0), Bernardo Silva admitiu que a vida na seleção "é bem diferente" do que no clube, embora seja "sempre especial" representar Portugal.

"Em 365 dias, se calhar estamos no máximo 60, 65 com a seleção. Temos menos tempo para criar dinâmicas, mas depois há outra coisa que compensa, que é representar o país e estar junto de amigos que não vemos tantas vezes. É fantástico vir à seleção. Estamos habituados às deslocações, mas realmente treinamos pouco. Temos pouco tempo para estar da melhor forma nos jogos", explicou.

Bernardo Silva foi questionado sobre a suspensão por um jogo, imposta pela federação inglesa, por conduta imprópria e ofensiva relativamente ao francês Benjamin Mendy, colega de equipa no Manchester City, mas preferiu, para já, não comentar a situação.

"Estou na seleção. Agora, não é o sítio indicado para falar sobre isso, mas irei falar sobre isso", frisou.

Com um encontro por disputar no Grupo B, a Ucrânia, já apurada, lidera com 19 pontos, mais cinco do que Portugal, segundo classificado, e seis do que a Sérvia, terceira. O Luxemburgo é quarto posicionado, com quatro pontos.

Na última jornada, Portugal joga no Luxemburgo, enquanto a Sérvia recebe a Ucrânia, com um triunfo da 'equipa das quinas' a proporcionar o apuramento direto para a fase final, independentemente do resultado obtido pelos sérvios.

O Luxemburgo-Portugal está agendado para as 15:00 (14:00 horas da Lisboa) e vai ter arbitragem do espanhol Jesús Gil Manzano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.