O Comité de Apelo da UEFA considerou hoje procedente o recurso apresentado pela Federação da Eslováquia de futebol em relação ao castigo para realizar um jogo à porta fechada, e alterou a penalização apenas para uma multa.

Na segunda-feira, o Comité de Controlo e Disciplina do organismo tinha castigado a Eslováquia com um jogo sem público e uma multa de 20.000 euros, considerando ter existido comportamento racista do público, agora alterado agora para “mensagens políticas provocadoras”.

Nesse mesmo dia, a UEFA castigou também a Hungria e a Roménia com multas e jogos à porta fechada, os próximos na campanha de qualificação para o Euro2020, com os romenos a poderem ter um segundo em caso de reincidência no período de um ano.

A decisão de hoje do Comité de Apelo permite que a Eslováquia receba em 12 de outubro o País de Gales, com a presença de público em Trnava.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.