Concluída mais uma jornada da fase de qualificação para o EURO 2020 e consumada a derrota na Ucrânia, por 2-1, Portugal já só pode aspirar ao segundo lugar do Grupo B, o que afasta desde logo a turma de Fernando Santos da hipótese de estar entre os primeiros cabeças-de-série para o sorteio da fase final.

A UEFA alterou, para este Campeonato da Europa, a forma como é definida a constituição dos potes nos sorteios para as fases finais dos europeus de futebol, deixando de considerar a posição que os países apurados ocupam no ranking de selecções. Assim, no Pote 1 vão estar os seis melhores primeiros classificados da fase de qualificação, com os quatro piores a figurarem no Pote 2 juntamente com os dois melhores segundos classificados. Para o Pote 3 seguirão os seguintes seis segundos classificados, ficando no Pote 4 os dois piores segundos e as quatro seleções apurados via "play-off".

Isso significa que, falhado o acesso ao Pote 1, para garantir o Pote 2 Portugal terá de ser um dos dois melhores segundos classificados. Mas tal também não se afigura tarefa fácil.

Análise: Muito coração e pouca cabeça impedem, para já, apuramento de Portugal para o Euro 2020
Análise: Muito coração e pouca cabeça impedem, para já, apuramento de Portugal para o Euro 2020
Ver artigo

Os campeões europeus em título somam 11 pontos em seis jogos. Olhando para a classificação atual de todos os grupos e esboçando uma "hierarquia" entre os segundos classificados, na qual não são considerados os resultados frente aos últimos classificados dos grupos de seis equipas, verifica-se que Portugal apresenta, para já, o segundo pior registo, apenas à frente da Suécia, segunda do Grupo F.  Para se ter uma noção das contas, se a qualificação ao Euro2020 terminasse agora, a selecção das Quinas seria relegada para o quarto e último pote.

Caso vença os dois jogos por disputar - no Algarve, frente à Lituânia, a 14 de novembro, e fora, no Luxemburgo, três dias depois - a selecção portuguesa chegará aos 17 pontos. A Rússia, de momento segunda classificada do Grupo I, já soma 18 (retirando os três somados no jogo que já disputou com San Marino e que não entrariam nestas contas). E a França, no segundo lugar do Grupo H, já soma 16 (sem contar com os pontos que somou diante da última do seu grupo, a Moldávia). O Pote 2 parece pois, também ele, já uma miragem para as cores lusas.

Resta, portanto, aspirar ao Pote 3. Para o conseguir, Portugal terá de superar os registos pontuais de dois dos segundos classificados dos restantes grupos que são, neste momento, para além de Suécia, Rússia e França, a República Checa (Grupo A, 12 pontos), a Alemanha (Grupo C, 15 pontos), a Dinamarca (Grupo D, 12 pontos), a Hungria (Grupo E, 12 pontos), Áustria (Grupo G, 13 pontos sem contar com os três somados diante da última classificada, Letónia) e a Finlândia (Grupo J, 12 pontos sem contar com os três obtidos ante o último classificado, Liechtenstein).

É bom lembrar, porém, que Portugal ainda não tem o segundo lugar no seu Grupo B garantido, apesar de depender apenas de si para não se ver ultrapassado pela terceira classificada, a Sérvia. Caso caia para o terceiro posto, Portugal ver-se-á relegado para o “play-off” e então, mesmo que supere depois essa etapa e garanta um lugar na fase final, ficará irremediavelmente condenado ao Pote 4 do sorteio, agendado para 30 de novembro de 2019, em Bucareste.

Pode conferir a classificação dos grupos de qualificação aqui.

Ranking atual dos segundos classificados dos grupos de apuramento ao Euro2020

Rússia (Grupo I): 18 pontos

França (Grupo H): 16

Alemanha (Grupo C): 15

Áustria (Grupo G): 13

Dinamarca (Grupo D): 12

Finlândia (Grupo J): 12

República Checa (Grupo A): 12

Hungria (Grupo E): 12

Portugal (Grupo B): 11

Suécia (Grupo F): 9

*Nota: nos grupos de seis equipas, não são contabilizados os pontos somados frente aos sextos classificados 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.