O selecionador de futebol de sub-17 destacou esta sexta-feira as dificuldades que Portugal irá encontrar no Euro2016, no qual vai defrontar, na primeira fase, o anfitrião Azerbaijão, a Bélgica que se impôs à Espanha e a voluntariosa Escócia.

“Vamos iniciar a competição frente à anfitriã seleção do Azerbaijão, que está há um ano a preparar este evento, num estádio que deverá estar cheio, com cerca de 40 mil adeptos, pelo que antevejo um jogo difícil”, referiu Hélio Sousa, em declarações ao sítio da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O selecionador nacional recordou a carga emotiva que sempre envolve o primeiro jogo em qualquer competição, que acarreta um nível extra de ansiedade inerente à vontade de querer começar bem, pelo que a equipa tem de estar preparada para estas condicionantes e dar uma boa resposta em campo.

“A Bélgica, nos últimos anos, tem apresentado equipas fortes nas diversas competições e tem estado presente com alguma regularidade nas fases finais”, referiu Hélio Sousa, recordando que na fase de qualificação ficou em primeiro lugar no grupo da Espanha.

Em relação à Escócia, o selecionador apontou o seu futebol direto, sem nunca desistir da posse da bola, e que invariavelmente com jogadores que dão tudo em campo.

“Vamos ter de superar estes itens quando defrontarmos estas equipas, por forma a conseguirmos o que desejamos que é estar na fase seguinte, a eliminar, e, a partir daí, ir jogo a jogo e estar em melhores condições para vencer qualquer adversário”, frisou.

Hélio Sousa considera que esta geração já deu mostras de que tem sido capaz e que continua a evoluir, já que tem apresentado cada vez mais consistência e argumentos.

“Vai ser mais um momento importantíssimo da construção de uma equipa que a curto prazo queremos que esteja presente num Mundial de sub-20 e este é um momento não só de afirmação, mas de consistência e de amadurecer”, considerou o selecionador.

Ainda de acordo com Hélio Sousa, “é evidenciando estas experiências únicas, como marcar presença numa fase final, que os jogadores se vão tornar mais capazes amanhã, para poderem conquistar novos objetivos, quer nos seus clubes quer no espaço da FPF”.

De acordo com o sorteio realizado hoje em Baku, Portugal ficou integrado no Grupo A e terá como adversários na fase final do Euro2016 de sub-17 o anfitrião Azerbaijão, que irá defrontar no jogo de abertura, a 05 de maio, a Bélgica e a Escócia.

A 08 de maio, Portugal vai defrontar a Escócia e encerra a participação na fase de grupos – na qual se apuram para os quartos de final os dois primeiros classificados – a 11, frente à Bélgica, mas a competição prolonga-se até 21 de maio.

O Grupo B do Europeu é composto pela Ucrânia, Alemanha, Áustria e Bósnia-Herzegovina, a ‘poule’ C integra as seleções de França, campeã em título, Dinamarca, Inglaterra e Suécia, enquanto o agrupamento D é constituído pela Itália, Sérvia, Holanda e Espanha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.