O futebolista Jota, avançado do Benfica, disse hoje que se a seleção portuguesa de sub-21 estiver “unida e confiante” vai estar mais perto de vencer o Chipre e Bielorrússia nos jogos de qualificação para o Europeu.

Antes do primeiro treino às ordens do treinador Rui Jorge, agendado para hoje, às 18:00, na Cidade do Futebol, em Oeiras, o jogador dos ‘encarnados’ não escondeu o “período muito difícil” vivido, face à pandemia de covid-19, mas mostrou ambição para os compromissos com a camisola das ‘quinas’.

“Depois deste período muito difícil para todos nós, estamos de volta à seleção. Lutar pelo nosso país deixa-nos muito felizes. Tenho a certeza que vai correr tudo da melhor forma e que vamos dar o máximo, como fizemos nos últimos jogos”, declarou Jota, aos meios de comunicação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Para os dois importantes encontros, o jovem, de 21 anos, relembra que “a atitude também já foi essencial no passado” e considera que “se o grupo estiver sempre unido e confiante do que é capaz de fazer vai correr tudo da melhor forma”.

Portugal joga com o Chipre, em 04 de setembro, em Larnaca, e com a Bielorrússia, em solo luso, em 08, em dois jogos de qualificação para a fase final do Euro2021.

A seleção nacional ocupa o segundo lugar do Grupo 7 com nove pontos, menos três que os Países Baixos, que lideram.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.