Portugal empatou hoje a zero frente à Eslovénia num jogo particular de preparação para a fase de qualificação do Campeonato Europeu de sub-21 realizado no Estoril.

A equipa sub-21 portuguesa, orientada por Rui Jorge, dominou por completo o jogo, mas não conseguiu finalizar as várias oportunidades de golo de que dispôs. Jota, avançado do Benfica, foi o jogador em maior destaque na equipa portuguesa, tendo travado com o guarda-redes esloveno um duelo muito aceso.

Tal como Rui Jorge previra na antevisão do encontro, a Eslovénia apresentou-se bastante fechada no António Coimbra da Mota, quase sempre com 10 jogadores atrás da linha da bola, e Portugal começou por revelar dificuldades em furar o muro erguido pelos eslovenos.

Rafael Leão, pela esquerda, e Jota, pela direita, foram sempre os elementos mais perigosos da equipa das quinas e foi por eles que já perto do intervalo Portugal esteve perto do golo. Aos 38, o avançado do Milan arrancou pela esquerda, deixando para trás a marcação e já com pouco ângulo não conseguiu melhor do que rematar à figura do guarda redes.

Foi o primeiro sinal de perigo de Portugal no jogo e o melhor estava mesmo guardado para o fim. Aos 43 minutos, Jota foi protagonista na melhor jogada do primeiro tempo: depois de uma combinação na direita com o apoio de Florentino, o extremo do Benfica cruzou para Dany Mota e o avançado mergulhou para um cabeceamento que fez a bola rasar a barra eslovena.

Na segunda parte, Rui Jorge operou uma verdadeira revolução no onze nacional e fez oito substituições no recomeço da partida. Jota foi um dos que se manteve em jogo e continuou a ser ele um dos elementos mais perigosos da equipa. Aos 65 desmarcou Trincão, que rematou para defesa apertada do guarda redes esloveno, e pouco depois arrancou sozinho para a baliza e só não festejou porque Frelin voltou a opor-se com qualidade.

Já dentro do minuto 70 foi a vez de Pedro Mendes desperdiçar. O avançado do Sporting antecipou-se à marcação e chegou primeiro ao cruzamento milimétrico de Fábio Vieira, mas uma vez mais o remate saiu desenquadrado com o alvo. Até final, Jota voltou a aquecer as luvas de Ziga Frelin por mais um par de vezes, mas o guardião esloveno levou mesmo a melhor e manteve a sua baliza inviolada.

Depois deste encontro particular, Portugal defronta no dia 19 de novembro a Noruega, em jogo a contar para o grupo 7 de qualificação para o Campeonato da Europa de 2021. Após três jogos realizados, Portugal é segundo classificado do grupo 7 de qualificação para o Euro2021, com seis pontos. Já a Noruega está na quarta posição, com quatro pontos.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

Portugal – Eslovénia, 0-0.

Equipas:

- Portugal: João Virgínia (Luís Maximiano, 46), Thierry (Pedro Pereira, 46), Diogo Leite, Diogo Queirós (Tiago Djaló, 46), Tomás Tavares, Florentino (Gedson, 46), Miguel Luís (Daniel Bragança, 46), Vítor Ferreira (Fábio Vieira, 46), Jota, Rafael Leão (Trincão, 46) e Dany Mota (Pedro Mendes, 46).

(Suplentes: Luís Maximiano, Diogo Costa, Abdu conte, Pedro Mendes, Daniel Bragança, Nuno Tavares, Pedro Pereira, Tiago Djaló, Gedson, Filipe Soares, Trincão e Fábio Vieira).

Treinador: Rui Jorge.

- Eslovénia: Ziga Frelin, Aljaz Ploj, David Zec, Stojinovic, Dejan Petrovic (Tomi Horvat, 58), Zan Celar (Luka Stor, 58), Jan Mlakar, Vitja Valencic (Janez Pisek, 69), Matija Rom (Egzon Kryeziu, 74), Sven Karic e Adam Cerin (Leon Sever, 74).

(Suplentes: Luka Cadez, Zan Rogelj, Janez Pisek, Tomi Horvat, Luka Stor, Jalen Arko, Egzon Kryeziu, Leon Sever e Zan Zaletel).

Treinador: Primoz Gliha.

Árbitro: José Sánchez Martinez (Esp).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Tiago Djaló (48), Stojinovic (60), Fábio Vieira (68) e Pisek (69).

Assistência: cerca de 300 espetadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.