Na conferência de imprensa de antevisão do jogo particular com a República Checa, que decorreu na Cidade do Futebol, em Oeiras, o técnico português enalteceu a qualidade da sua equipa, mas recusou ver na condição de vice-campeão europeu um favoritismo para a vitória na prova, depois de se ter apurado numa fase de grupos sem qualquer derrota.

"Não sinto nada diferente em relação ao ano passado. Podem atribuir favoritismo ou não, mas o nosso caminho é só um. Fico satisfeito por estarmos a repetir uma presença num Europeu de sub-21. O que interessa é estar lá, preparar bem e manter a qualidade", afirmou Rui Jorge, explicando o que faltou à sua formação na final perdida do Europeu de 2015: "Ser mais forte nas grandes penalidades ou resolver o jogo antes nas oportunidades que tivemos".

O treinador, de 43 anos, revelou que alcançar novamente a final do Europeu seria "um motivo de satisfação", alertando, porém, para a necessidade de a equipa subir de rendimento. "Queremos manter a qualidade, tivemos uma excelente prestação no apuramento. Sabemos que temos de estar mais fortes do que estamos nesta altura. Temos excelentes jogadores e temos de ficar mais fortes enquanto equipa para o que aí vem", salientou.

Com um percurso de cinco anos nos sub-21 sem perder um jogo, Rui Jorge confessou que a invencibilidade "começa a ter um peso" para a sua equipa: "Não queremos deixar cair este resultado. Falamos no legado e queremos deixá-lo mais forte para o futuro. Sabemos que vai acabar, é inevitável, mas vamos tentar prolongar esse legado. As equipas olham para nós de uma forma que nós gostamos: com admiração".

Em relação ao desafio particular com os checos, o selecionador nacional de sub-21 destacou o poderio ofensivo do adversário. "Esperamos uma equipa forte, a jogar em 4-3-3, e que tem marcado em todos os jogos. Está dentro do que uma fase final do Europeu nos vai trazer", resumiu, confirmando que irá "testar algumas situações" neste encontro.

A seleção portuguesa de sub-21 defronta a República Checa na sexta-feira, às 17:15, num jogo particular marcado para o Estádio do Bonfim, em Setúbal, antes de visitar a Holanda para outro teste na próxima terça-feira, em Doetinchem. A fase final do Campeonato da Europa de sub-21 vai decorrer entre 16 e 30 de junho de 2017, na Polónia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.