Portugal empatou 2-2 com a Suíça para o Grupo C, na estreia do Euro feminino. As lusas entraram a perder ao sofrerem dois golos nos primeiros quatro minutos mas uma boa segunda parte lusa redundou num empate. As futebolistas nacionais mereciam mais, por tudo o que fizeram a partir dos 10 minutos do encontro.

Na próxima ronda Portugal defronta os Países Baixos, um dos candidatos a vencer a prova que decorre em Inglaterra.

Veja as melhores imagens do jogo!

As comandadas de Francisco Neto entraram praticamente a perder quando, aos dois minutos, um remate de longe de Sow surpreendeu a guardiã lusa Inês Pereira.

Se sofrer logo no primeiro remate do adversário era mau, sofrer no segundo, era terrível.

E foi o que aconteceu, aos quatro minutos. Na sequência de um livre lateral marcado para a área por Bachmann, a central Kiwic subiu mais alto que toda a gente atirou a contar, de cabeça. Dois golos em quatro minutos.

Empurrada pelos muitos portugueses que marcaram presença no Leigh Sports Village, em Manchester, a seleção lusa foi-se soltando aos poucos, ganhando confiança para reagir às adversidades iniciais.

Jéssica Silva puxou da sua capacidade técnica e começou a espalhar magia no relvado. As helvéticas começaram a sentir dificuldades e socorreram-se do físico para travar as portuguesas, recorrendo à faltas em muitas ocasiões.

A Suíça vivia do resultado e não arriscava muito. E, quando subia no terreno, era quase sempre pelo corredor direito, onde a lateral Noelle Maritz combinava muito bem com a extremo Ana-Maria Crnogorcevic, uma das melhores do encontro.

O intervalo chegava, com Portugal a justificar um golo.

Pedia-se a mesma atitude no segundo tempo e foi isso que se viu, com as jogadoras lusas a empurrarem a Suíça para perto da sua área e criando várias oportunidades.

Jéssica Silva e Diana Gomes davam cartas, Portugal crescia e o golo seria uma questão de tempo. Aos 59 minutos, chegou o tão esperado golo de Portugal. Na sequência de um canto, Diana Gomes reagiu mais rápido que toda a gente a uma primeira defesa de Thalmann para reduzir. Foi preciso a central ir lá acima para mostrar como se faz.

Demorou sete minutos a chegar o empate para Portugal. Centro de Tatiana Pinto na direita e Jéssica Silva a antecipar-se à sua marcadora e a desviar para o 2-2. Grande festa lusa no Leigh Sports Village.

Alcançado o empate, era preciso ter também cuidado com o contra-ataque das helvéticas. Bachmann tinha ameaçado o terceiro aos 53, Reuteler atirou à barra aos 80 e, aos 84 é Catarina Amado a cortar uma bola de golo de Sow.

Mas a segunda parte era toda ela de Portugal, com grandes oportunidades de golo. Thalmann negou o 3-2 a Dolores Silva, na sequência de um livre direto nascido de um derrube a Jéssica Silva quase em cima da linha da área. Jéssica Silva teve duas oportunidades, aos 75, mas não conseguiu desviar a bola da guarda-redes helvética. Aos 78 é Diana Silva a falhar o 3-2 por muito pouco, em novo desvio que não levou a força suficiente.

Francisco Neto lançou Telma Encarnação e a jogadora nascida em Câmara de Lobos, Madeira, ficou a milímetros da reviravolta quando, aos 88, rematou forte à entrada da área, com a bola a bater no poste. A guarda-redes da Suíça estava batida. Pouco tempo depois a avançada do Marítimo isolou-se, perdeu tempo e quando rematou, atirou contra as pernas de uma defensora.

Um empate que sabe a pouco, por tudo o que Portugal produziu a partir dos dois golos da Suíça.

Na segunda jornada, Portugal defronta os Países Baixos, detentores do título, na quarta-feira, pelas 20h00, e, na terceira, enfrenta a Suécia, campeã em 1984, em 17 de julho, pelas 17h00, em dois jogos também marcados para o palco da estreia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.