O Anderlecht, a viver uma crise de resultados que o pode afastar pela primeira vez em 55 anos das competições da UEFA na próxima época, anunciou hoje a rescisão “por mútuo acordo” com o treinador holandês Fred Rutten.

O histórico clube belga prescinde dos serviços de Fred Rutten, de 56 anos, que já passou, entre outros clubes, por Feyenoord e PSV Eindhoven, na Holanda, e Schalke 04, na Alemanha, tendo chegado em janeiro a Bruxelas, para substituir Hein Vanhaezebrouck.

O Anderlecht, terceiro classificado na última época, encontra-se no quinto lugar da fase final, com três derrotas nos jogos realizados, e corre o risco de falhar as provas da UEFA da próxima temporada, pela primeira vez em 55 anos.

O clube belga teve um início de época desolador, tendo sido afastado da Taça da Bélgica por uma equipa da segunda divisão, o Union Saint-Gilloise, em setembro, e, em seguida, ficou pela fase de grupos da Liga Europa, sem qualquer triunfo no grupo D.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.