A Associação Paraguaia de Futebol (APF) anunciou hoje que chegou a acordo com o selecionador Eduardo Berizzo e a sua equipa técnica para uma redução salarial de 50% nos meses de abril, maio e junho, devido à pandemia.

Em comunicado, a APF agradece ao selecionador e equipa técnica o “gesto de entendimento e de alto nível de compromisso”, lembrando os constrangimentos colocados pela pandemia da COVID-19 no país, na região e no mundo.

“O elevado nível de sintonia existente, desde o início da relação laboral com a equipa liderada pelo professor Berizzo, permitiu este acordo perante uma situação totalmente inesperada e que não estava prevista no contrato vigente entre as partes”, salienta.

Com a declaração de pandemia, em 11 de março, inicialmente alguns eventos desportivos foram disputados sem público, mas, depois, começaram a ser cancelados, adiados – nomeadamente os Jogos Olímpicos Tóquio2020, o Euro2020 e a Copa América – ou suspensos, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais de todas as modalidades.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 233 mil mortos e infetou mais de 3,2 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Cerca de 987 mil doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.