Os jogos da qualificação asiática para o Mundial2022 de futebol que estavam agendados para este ano, incluindo os da Coreia do Sul, de Paulo Bento, e os do Bahrein, de Hélio Sousa, foram adiados para 2021, devido à COVID-19.

Num comunicado conjunto divulgado hoje, a FIFA e a Confederação Asiática de Futebol (AFC) anunciaram a suspensão de todos jogos e sua realização apenas no próximo ano, em datas ainda a designar, numa medida que serve para “proteger a saúde e a segurança de todos”, em altura de pandemia.

A Coreia do Sul, segunda classificado no Grupo H, iria defrontar o Turquemenistão, líder do agrupamento, o Sri Lanka e o Líbano, por duas vezes, enquanto o Bahrain, que também é segundo, mas no Grupo C, teria duelos agendados com Camboja, Irão e Hong Kong.

Antes desta medida, e de acordo com o calendário inicial, até final de 2020 ficariam decididas as 12 equipas que iria disputar a terceira e última fase da qualificação asiática para o próximo campeonato do mundo, com esses jogos a decorrerem em 2021.

Esta decisão da FIFA e da AFC acontece numa altura em que os principais campeonatos asiáticos já foram retomados, depois de terem estado suspensos por causa do novo coronavírus, com China, Japão, Coreia do Sul e Austrália a adotarem um rígido protocolo de saúde, à semelhança do que tem acontecido em quase todo o mundo.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 736 mil mortos e infetou mais de 20,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.