O River Plate qualificou-se quinta-feira de forma sensacional para as meias-finais da Taça dos Libertadores em futebol, a ‘Champions’ da América do Sul, ao golear em casa os bolivianos do Jorge Wilstermann por 8-0.

Depois da derrota por 3-0 fora, a 2.558 metros de altitude, a formação argentina só precisou de 36 minutos para marcar quatro golos e dar a volta à eliminatória, num embate em que a grande figura foi Ignacio Scocco, autor de uma ‘manita’.

Scocco marcou os três primeiros tentos, aos nove, 14 e 19 minutos, e faturou mais dois na segunda parte, aos 46 e 58, para ser substituído, como herói, aos 71, já com o resultado a indicar um 8-0 que não sofreria alterações.

No Monumental de Buenos Aires, o ex-benfiquista Enzo Pérez, aos 36 e 67 minutos, e Ignacio Fernández, aos 53, completaram a ‘escandalosa’ goleada para os comandados de Marcelo Gallardo.

O River Plate, em busca de um quarto título sul-americano, depois dos conseguidos em 1986, 1996 e 2005, vai encontrar nas meias-finais os compatriotas do Lanús, que eliminaram os também argentinos do San Lorenzo, no desempate por penáltis.

O Lanús, que tinha perdido fora por 2-0, impôs-se em casa pelo mesmo resultado, com tentos de José Sand, aos 11 minutos, e Nicolás Pasquini, aos 16, forçando um desempate por grandes penalidades, em que se impôs por 4-3.

A outra meia-final, já conhecida desde quarta-feira, vai ser disputada entre os brasileiros do Gremio (1-0 na receção ao Botafogo, após 0-0 fora) e os equatorianos do Barcelona (1-0 no reduto do Santos, depois de uma igualdade 1-1 em casa).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.