O futebolista português Carlos Miguel Tavares Oliveira, conhecido por Caló, atual jogador dos cipriotas do DOXA, que em Portugal começou nas camadas jovens do Benfica e representou ainda Estoril e Sintrense, encontra-se, neste momento, em estado crítico depois de ter caído de uma falésia de 40 metros quando passeava de moto-quatro, na companhia da namorada, na cidade de Paphos.

Tanto Carlitos, de 27 anos, como a namorada, de 22, estão internados num hospital local em estado considerado muito grave. A notícia é adiantada pelo jornal cipriota Kathimerini Cyprus, que explica que o jogador terá perdido o controlo do veículo quando circulava por uma "perigosa estrada de terra batida".

O casal, que teve de ser resgatado por equipas de emergência e a mesma publicação diz ainda que "a polícia diz acreditar que o incidente envolveu apenas um veículo, de acordo com as conclusões preliminares, com os agentes a acrescentar que teve lugar na mesma localização onde um casal russo morreu no ano passado", pode ler-se.

Caló chegou ao Chipre em 2013/14, vindo do Sintrense, depois de ter passado pelos escalões jovens de Benfica e Estoril. Esta temporada soma um golo em três jogos pelo DOXA, clube ao qual regressou depois de passagens pela Polónia e pelo Cazaquistão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.