Sem clube desde que deixou o Mónaco, em outubro, Leonardo Jardim terá recusado a proposta para orientar o Al-Nassr, clube que ocupa o segundo lugar do campeonato da Arábia Saudita.

O treinador português assistiu, juntamente com a equipa técnica, à derrota da equipa do Médio Oriente frente ao Al-Wehda, por 2-1, mas optou por esperar por um projeto mais ambicioso no futebol europeu.

Além da proposta saudita, Jardim foi já apontado ao Southampton, ao Spartak de Moscovo, além de ter sido também ligado ao Benfica e Sporting - antes de os clubes portugueses terem decidido manter Rui Vitória e contratar Marcel Keizer, respetivamente.

Hélder Cristóvão, que era o diretor desportivo e responsável pela formação do Al-Nassr, mantém-se assim como treinador interino do clube saudita.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.