Questionado sobre o atual momento do Manchester United (está em oitavo lugar depois da derrota com o West Ham), José Mourinho não quis comentar o trabalho do seu sucessor Ole Gunnar Solskjaer, mas acabou por recordar o contexto que levou à sua saída dos 'red devils' em dezembro do ano passado.

"A equipa está muito atrás na classificação. Não é fácil para mim falar disto... Estive lá por duas temporadas, em que senti muitas coisas positivas, sabia em que direção devíamos ir, mas obviamente o que aconteceu na terceira época não foi bom", afirmou Mourinho à Sky Sports.

O treinador português acabou por admitir que mereceu ser despedido do Manchester United. "Fui despedido, provavelmente mereci ser despedido porque eu, como treinador, era o responsável. Mas a triste realidade é que agora estão piores do que antes. Para mim isso é triste. Talvez as pessoas pensem que estou a apreciar a situação, mas não estou", garantiu.

"Há pessoas no clube de que gosto muito, tenho muito respeito pelos adeptos. E para mim é triste porque quando uma equipa é aborrecida, tu tornas-te aborrecido, mas mesmo assim consegues resultados. Só que neste momento, não vejo nada. Acho que vão ter muitas, mas muitas dificuldades, não apenas para entrar no top 4, mas até mesmo no top 6. Acho que esta equipa é pior do que a da última época", vincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.