O internacional russo Pavel Mamáev foi colocado em prisão preventiva, na sequência dos episódios de violência que protagonizou na segunda-feira, juntamente com o futebolista Alexandr Kokorin, anunciou hoje a polícia russa.

Mamáev, médio do Krasnodar, e Kokorin, avançado do Zenit, foram vistos, através de um vídeo colocado nas redes sociais, a agredir, num café, dois altos funcionários do Ministério do Comércio e Indústria, sendo que um dos quais, Dénis Pak, sofreu um traumatismo cranioencefálico.

“Pavel Mamáev foi colocado em prisão preventiva por 48 horas, como prevê o Código Penal”, indicou o porta-voz do ministério russo do Interior, Irina Volk, adiantando que o médio do Krasnodar é suspeito de 'hooliganismo', crime com uma moldura penal de até cinco anos de prisão na Rússia.

Os dois futebolistas tinham sido notificados para prestar declarações, às 18:00 locais, sendo que Mamáev marcou presença na sessão, mas Kokorin não compareceu.

O Zenit de São Petersburgo emitiu na terça-feira um comunicado em que se manifesta "indignado" com o comportamento do avançado internacional russo, enquanto o Krasnodar anunciou que suspendeu o contrato de Mamáev, assinalando que vai "adotar todas as sanções possíveis".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.