O defesa central luso-brasileiro Pepe rescindiu contrato com o Besiktas este sábado mas antes de terminar o seu vínculo terá pago o salário de alguns funcionários do emblema turco, avança o jornal Marca na sua edição online.

Segundo a informação veiculada pelo referido diário espanhol, o internacional português não ficou indiferente aos problemas económicos pelo qual o Besiktas atravessa e decidiu ajudar o emblema turco com o pagamente de alguns funcionários do clube, nomeadamente cozinheiros e tratadores de relva.

Recorde-se que a saída de Pepe do Besiktas poderá estar relacionada com os problemas económicos que o clube atravessa. O futebolista internacional português Pepe rescindiu, por mútuo acordo, o contrato com o Besiktas, quarto classificado do campeonato turco, informa hoje a agência noticiosa local DHA, sem precisar o motivo da saída do defesa central.

Pepe, de 35 anos, deverá deixar a Turquia durante os próximos dias, de acordo com a mesma fonte, deixando o Besiktas com um único jogador português, o avançado Ricardo Quaresma, ao lado do qual se sagrou campeão na seleção lusa, no Europeu de 2016, em França.

O veterano defesa central termina a ligação com o clube de Istambul após uma época e meia, durante a qual participou em 52 jogos e marcou sete golos.

Pepe foi contratado pelo Besiktas em julho de 2017, após seis épocas no Real Madrid, durante as quais conquistou três edições da Liga dos Campeões, em 2014, 2016 e 2017, e três títulos de campeão espanhol, em 2008, 2012 e 201, entre outros títulos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.