Num fim-de-semana em que Bruno Fernandes voltou a dar que falar com mais uma assistência para golo, desta feita no triunfo do United no dérbi de Manchester, João Félix chegou aos seis golos pelo Atlético, mas os 'colchoneros' continuam em dificuldades e Ronaldo ficou 'em branco' na vitória da Juventus.

Passamos os olhos pelo desempenho dos jogadores portugueses que atuam nos campeonatos dos principais países europeus.

Premier League

Em Inglaterra houve dérbi de Manchester no domingo, com três portugueses em campo. João Cancelo e Bernardo Silva foram titulares no City, mas foi Bruno Fernandes, titular no United, a brilhar mais alto e a levar a melhor. O antigo médio do Sporting continua a conquistar os adeptos dos 'red devils' e, desta feita, fez de forma brilhante a assistência para o primeiro dos dois golos sem resposta com que a turma de Solskjær bateu a de Pep Guardiola. E teve até tempo para uma troca de palavras com o técnico espanhol.

VÍDEO: Bruno Fernandes manda calar Guardiola após troca de palavras
VÍDEO: Bruno Fernandes manda calar Guardiola após troca de palavras
Ver artigo

Quem já não teve tantos motivos para sorrir foram os dois treinadores portugueses em cena no principal escalão do futebol inglês. O Wolves, de Nuno Espírito Santo, com seis elementos da 'armada lusa' em campo, ficou-se pelo nulo na receção ao Brighton e caiu para o sétimo lugar da classificação, enquanto o Tottenham de José Mourinho somou o quinto jogo consecutivo sem ganhar, ao empatar (1-1) na visita ao Burnley. Gedson Fernandes não saiu do banco e os 'Spurs' seguem no oitavo lugar da tabela classificativa.

Ainda em Inglaterra, recuperado de lesão, André Gomes voltou à titularidade no Everton, mas não foi feliz. Viu um cartão amarelo e a sua equipa foi goleada (4-0) pelo Everton.

Serie A

Em Itália, o fim-de-semana ficou marcado pelas contingências do coronavírus. A Juventus recebeu o Inter à porta fechada, Cristiano Ronaldo, desta vez, não marcou, vendo chegar ao fim a série de 11 jogos a marcar na prova, mas fez a assistência para o primeiro golo, assinado por Ramsey, e a 'Vechia Signora' venceu por 2-0, reassumindo a liderança da classificação.

Rafael Leão saltou do banco no Milan, mas não foi capaz de impedir a derrota caseira dos 'Rossoneri', e Bruno Alves, no Parma, também não foi feliz, ao cometer a grande penalidade que ditou a derrota, também ela caseira, do Parma frente ao SPAL. A Roma de Paulo Fonseca não entrou em campo neste fim-de-semana.

La Liga

Em Espanha o destaque vai para João Félix. O antigo jogador do Benfica foi titular pela primeira vez desde janeiro, marcou um golo - o seu sexto da época - e colocou o Atlético de Madrid a vencer por 2-1, mas os 'colchoneros' deixaram-se empatar e não foram além de uma igualdade (2-2) na receção ao Sevilha. A turma de Simeone continua fora dos quatro primeiros lugares.

Mais razões para sorrir teve Nélson Semedo, titular no triunfo do Barcelona que permitiu à turma catalã subir ao topo da Liga espanhola, por troca com o Real Madrid, derrotado por um Bétis que não contou com William Carvalho. Ainda em Espanha, Gonçalo Guedes foi suplente utilizado no triunfo forasteiro do Valência, Rui Silva este na baliza do Granada no empate com o Levante e Paulo Oliveira não conseguiu evitar a derrota caseira do Eibar ante o Maiorca.

Ligue 1

No campeonato francês, Renato Sanches continua a mostrar que está de regresso ao seu melhor nível. O médio internacional português foi titular - tal como José Fonte - no importante triunfo por 1-0 sobre o Lyon, que permitiu ao Lille manter-se na luta por um lugar na Liga dos Campeões, e a sua atuação convenceu ao ponto de voltar a ser incluído na equipa da jornada escolhida pelo 'L'Équipe'.

Renato Sanches no onze da jornada para o 'L'Équipe': "Não tem desapontado"
Renato Sanches no onze da jornada para o 'L'Équipe': "Não tem desapontado"
Ver artigo

Quanto aos dois treinadores portugueses, André Villas-Boas viu o seu Marselha deixar fugir uma vantagem de dois golos nos últimos minutos na receção ao modesto Amiens, mas ainda assim segue firme no segundo posto, e o Bordéus de Paulo Sousa esteve a ganhar na visita ao Saint-Étienne, mas acabou também por empatar. É 12.º na tabela e não ganha há quatro jogos.

No Mónaco, Adrien não saiu do banco e Gelson Martins continua a cumprir o pesado castigo que lhe foi imposto. E Pedro Mendes foi titular no centro da defesa do Montpelier na pesada derrota or 5-0 em casa do Rennes.

Outros campeonatos

Raphaël Guerreiro, na Alemanha, ajudou o Dortmund a vencer (2-1) no terreno do Borussia M'gladbach e a subir ao segundo posto da Bundesliga. Na Ucrânia, o Shakhtar Donetsk de Luís Castro somou o segundo triunfo consecutivo (4-3 em casa do Kolos Kovalivka) depois de, na passada semana, ter sofrido a sua primeira derrota na prova, e na Grécia, o Olympiacos de Pedro Martins e o PAOK de Abel descansaram, com o arranque da segunda fase da temporada agendado para o próximo fim-de-semana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.