O presidente da UEFA afirmou hoje que o organismo vai pedir ao International Board, que define as leis do jogo no futebol, alguns esclarecimentos sobre a utilização do vídeoárbitro (VAR), sobretudo nos lances de fora de jogo.

“Há algumas coisas que não estão claras e gostaríamos de esclarecer. Por exemplo, as linhas de fora de jogo. É algo que ainda não é claro. Não é claro como são feitas e quem decide”, afirmou Aleksander Ceferin, em conferência de imprensa, após reunião do Comité Executivo da UEFA, em Nyon, na Suíça.

O dirigente esloveno abordou também um lance no jogo entre o Slavia Praga e o Inter Milão (1-3), para a Liga dos Campeões, em que os italianos chegaram ao 2-0, golo que acabou por ser anulado para ser assinalada uma grande penalidade a favor dos checos.

“Devemos tornar a tecnologia mais clara, rápida e menos invasiva. O futebol está a mudar e estamos preocupados que esteja a mudar demais”, referiu Ceferin, acrescentado que espera uma “resposta clara” do International Board, que tem uma reunião agendada para 29 de fevereiro do próximo ano, na Irlanda do Norte.

Entretanto, o Comité Executivo da UEFA aprovou a utilização do VAR na fase de qualificação europeia para o Mundial2022 de futebol, que vai decorrer no Qatar, algo que acontecerá pela primeira vez, faltando apenas receber a confirmação da FIFA.

O VAR vai ser utilizado já em março de 2020, nos ‘play-offs’ de acesso à fase final do Euro2020, prova que vai decorrer pela primeira vez em 12 cidades de 12 países diferentes e para a qual Portugal, detentor do troféu, já está qualificado.

O Comité Executivo da UEFA decidiu também alterar o formato da Liga dos Campeões feminina, com a introdução de uma fase de grupos já a partir da época 2021/22, para decidir o acesso aos quartos de final.

A próxima reunião do Comité Executivo da UEFA ficou agendada para 02 de março de 2020, em Amesterdão, na Holanda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.