Arsène Wenger, antigo treinador do Arsenal e atual Diretor Técnico para o Desenvolvimento do Futebol, na FIFA, aplaudiu o castigo aplicado pela UEFA ao Manchester City. Os 'citizens', recorde-se, foram punidos com duas épocas de exclusão das provas europeias, por quebrarem as regras do fair play financeiro.

"Sempre defendi o controlo das regras financeiras e de obrigar os clubes a trabalharem de acordo com as receitas reais que têm. As regras são o que são, é preciso respeitá-las. Quem não respeitar e for apanhado a tentar contornar as regras, através de esquemas mais ou menos legais, tem de ser punido", afirmou o francês na conferência de imprensa dos Prémios Laureus, em Berlim.

"O desporto é tentar ganhar respeitando as regras. Se não há respeito pelas regras, não é desporto de verdade. Quando participas numa competição como a Liga dos Campeões sabes que estás presente porque cumpriste as regras", defendeu Wenger.

O antigo técnico do Arsenal, recorde-se, viu jogadores como Adebayor, Bacary Sagna ou Nasri deixarem os 'gunners' para assinar pelo City. "Eles compraram os meus jogadores todos", atirou Wenger.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.