O técnico-adjunto da Académica do Lobito Ernesto Cotel afirmou este sábado, na vila da Catumbela, que a equipa está a trabalhar ao máximo a sua capacidade para vencer o FC Bravos do Maquis, na 16ª jornada do Girabola2015.

Em declarações à Angop, na antevisão do jogo marcado para 12 de julho, no estádio do Buraco, no Lobito, realçou a importância de ganhar e poder "desforrar-se" dos maquisardes, que venceram na primeira volta, por 1-0, no Mundunduleno (Luena).

Ainda assim, considera o FC Bravos do Maquis um adversário muito competitivo, mas avisa que a Académica do Lobito está a trabalhar com afinco para que seja mais agressiva e unida nesse encontro.

"Temos estado a trabalhar para recebermos o FC Bravos do Maquis e sairmos vitoriosos", frisou, prometendo tudo fazer para contrariar o favoritismo dos contrários.

O técnico-adjunto encara este desafio como decisivo, visto que pouco tempo depois a equipa terá pela frente o 1º de Agosto (17ª ronda) e Kabuscorp (18ª), daí que o Maquis seja o mais acessível entre os três oponentes.

"O Maquis é um adversário de respeito, mas mais acessível também se comparado com o 1° de Agosto ou Kabuscorp. Portanto o nosso objetivo imediato é a vitória", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.