Um festival de falhanços marcou este domingo, em Luanda, o triunfo do 1º de Agosto sobre a Académica do Lobito, por 2-0, em jogo de conclusão da quarta jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (GirabolaZap 2017), disputado no Estádio 11 de Novembro.

Apesar de um relativo "atrevimento" dos benguelenses, foram os caseiros a darem o primeiro sinal de perigo, com Diogo a não aproveitar da melhor forma uma posição privilegiada, rematando para cima da baliza dos académicos. Em resposta, Jiresse obriga a defesa arrojada do guarda-redes Tony Cabaça, aos 15 minutos.

Decorridos 20 minutos, o mesmo jogador da formação “militar” volta a claudicar em plena área do adversário, recebendo apupos por parte dos adeptos na bancada.

Em função da maior pressão atacante, o 1º de Agosto inaugura o marcador por intermédio de Bobó, aos 27 minutos, na sequência de desvio de cabeça de um cruzamento de canto.

Aos 30 minutos, Calunga da Académica, mesmo estando defronte à baliza contrária, remata para as “nuvens”, pondo em alvoroço o seu “banco”, que esperava por uma acção positiva por parte do jogador. Da outra parte, Geraldo isola-se e é desarmado pelo guardião Bruno da turma lobitanga.

Nesta toada, a partida chega ao intervalo com a vantagem mínima dos anfitriões. No reatamento, os dois técnicos decidiram fazer as primeiras substituições: entradas de Macaia e Rambé, nos lugares de Diogo e Vado, no 1º de Agosto, bem como de Adó no de Kalunga, na Académica.

Aos 55 minutos, o inconformado Geraldo é incapaz de introduzir a bola na baliza da formação visitante, ao receber o passe “magistral” do seu colega Bua. Cinco minutos depois, a Académica efetua outra substituição, com entrada de Bumba no posto de Zizi. No minuto seguinte, Germano faz o esférico roçar na trave da baliza do 1º de Agosto, que veio aumentar algumas preocupações nas ostes deste grupo.

O treinador António Alegre volta a mexer no plantel académico, com entrada de Milambo, no lugar de Osório, obrigando o técnico Jovic Dragan a proceder da mesma forma, em que Paizo rende Medá, aos 75.

Desta, o 1º de Agosto amplia o resultado, aos 78 minutos, numa jogada combinada em que Rambé corrige uma falha “clamorosa” do seu colega Geraldo, sem possibilidades de defesa do guarda-redes Bruno, que apenas vê o esférico a mexer a sua rede.

Já na fase derradeira, caracterizada por um autêntico festival de falhanços, mesmo com alguns rasgos isolados dos dianteiros da Académica, Rambé quase marcava mais um tento dos agostinos, ao embrulhar-se dentro da baliza adversária.

Até ao apito final do árbitro António Caxala o resultado já não se alterou, mantendo-se a vantagem do 1º de Agosto.

Com esta vitória, o 1º de Agosto assume a segunda posição, com 10 pontos, e fica a dois do líder Kabuscorp do Palanca. Os estudantes do Lobito continuam com quatro pontos, em 12º lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.