Depois de um encontro com a direcção do Desportivo da Huíla, na segunda-feira, o técnico Ivo Traça recuou da decisão de abandonar a equipa, após derrota caseira frente o Porcelana, por 0-1.

Em declarações esta terça-feira, à Angop, o director administrativo da agremiaçãio, Ezequias Domingos, disse que o treinador mantém-se no clube.

“Tivemos uma conversa amena e demovemo-lo da ideia de nos deixar, que tomou a quente, e aceitou ficar connosco”, referiu.

Admitiu que a situação financeira do clube não é das melhores, mas que tem todos os salários pagos, mas em dívida alguns prémios, sem pormenorizar.

Ivo Traça chegou ao Desportivo da Huíla em 2014, em substituição de Mário Soares.

De equipa sensação na primeira volta, chegando mesmo a liderar, à condição na 11ª volta, com 17 pontos, o Desportivo da Huíla está agora na 11ª posição, com 18 pontos.

A equipa vive unicamente de apoios do Estado Maior das Forças Armadas, em dinheiro e de aeronaves da Força Aérea Nacional, para viagens aos palcos dos adversários.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.