O treinador da equipa principal do Domant Futebol Clube demitiu-se hoje, quarta-feira, por alegadas questões familiares.

Jean Oliva frisou que esta decisão tomada unilateralmente não afectará o rendimento da equipa, porque o Domant FC não merece estar na posição que ocupa actualmente.

“Gostaria muito de continuar neste grande projecto do Domant FC, mas problemas familiares levaram-me tomar esta decisão”, ressaltou.

Jean Oliva agradeceu o apoio profissional e pessoal que teve da direcção do clube, particularmente pelo seu presidente Domingos António.

Salientou que o ambicioso projecto Domant FC merece continuar no Girabola, sublinhando que a sua saída poderá também facilitar os jogadores a darem um passo em frente e mostrar tudo aquilo que sabem fazer.

O director técnico do clube, Manuel Oliveira “Nguami”, assume interinamente o cargo de treinador.

Esta é a oitava vez que um técnico é substitído no Girabola2015.

Bernardino Pedroto foi substituído por Arsénio Túbia, este que depois cedeu lugar a Hélder Teixeira. António Caldas deixou o Sagrada Esperança, o Kabuscorp, Progresso do Sambizanga e Recreativo do Libolo dispensaram Jubomir Ristovsk, Mário Calado e Sebastien Desabre, respectivamente, ao passo que Albano César trocou o Sporting de Cabinda pelo Progresso do Sambizanga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.