O Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol (FAF) suspendeu, por um período de dois anos de toda atividade desportiva e multado em 50 Mil Kwanzas, o jogador Saki Ndaka Amisi, do Progresso do Sambizanga, da I divisão, por falsificação de documentos.

De acordo com um comunicado que a Angop teve acesso, na segunda-feira, o referido atleta foi impedido de se inscrever na secretaria da FAF como cidadão angolano, por ter adquirido de forma fraudulenta o Bilhete de Identidade.

O documento indica ainda que o jogador em causa só podia inscrever-se na FAF com a sua nacionalidade originária ou adquirida, nos termos da legislação em vigor na República de Angola.

O Progresso do Sambizanga ocupa a oitava posição com 16 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.