O Progresso Sambizanga quebrou este domingo, em Luanda, a onda de empates, ao vencer o Recreativo do Libolo, por 1-0, em joga da 27ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2016), disputado no estádio dos Coqueiros.

Num desafio pautado pela tónica de equilíbrio, o golo solitário do capitão Yano, marcado aos 84 minutos, interrompe sete empates seguidos dos sambilas. Este resultado, por outro lado, complicou as contas dos libolenses na luta pela revalidação do título.

Inicialmente foram os caseiros a tomarem as rédeas da partida e na resposta os visitantes chegam com algum perigo no reduto contrário. Desta, Nandinho rematou forte sobre a baliza dos progressistas.

Aos 29 minutos foi Luís Felipe a proceder da mesma forma. Seguiu-se anulação de um golo do Libolo pelo árbitro José Avaro, a castigar posição irregular de um atacante.

Aos 30 minutos, Jonathan do Progresso rematou para cima da baliza contrária, quando se esperava por uma melhor ação. Aos 40 minutos, Kaya obrigou a uma defesa arrojada ao guarda-redes Nyame da turma sambila.

Nesta toada, um relativo ascendente dos libolenses, chegava o intervalo. No reatamento, um sinal mais para os campeões, que tentavam surpreender o adversário.

No Progresso, Luís Tati substitui Va, que proporciona maior dinâmica ao sector intermédio.

De seguida Kaya cabeceou para defesa fácil do guarda-redes Nyame. Silva é substituído por Almeida, no Progresso, aos 48 minutos, e o Libolo responde Dario no posto de Kaya.

Luís Tati, em posição privilegiada, não consegue bater o guarda-redes do Libolo. Cabibi rende Ito na formação do Cuanza Sul,

Aos 52, Yano volta a ameaçar a baliza do guarda-redes Lando. O Libolo volta a mexer no seu plantel, com saída de Luís Filipe e entrada de Boka, aos 77.

Os anfitriões inauguram o marcador na sequência de um desvio de cabeça do avançado Yano a um cruzamento de Lunguinha, sem hipóteses para Lando, deixando em efervescência os adeptos sambilas, em maioria nas bancadas.

Neste período, assistiu-se a uma subida do guarda-redes Lando, que abandona a sua baliza, tentando ajudar os companheiros no ataque e por pouco marcaria o tento de empate, não fosse a intervenção do contrário Nyame, que sacudia todas as investidas dos libolenses.

Já na fase derradeira, Lawrence entra para o lugar de Viet, na tentativa da formação sambila frenar um pouco os ânimos e intenções do oponente, que a todo custo pressionavam o reduto mais recuado do Progresso

Com este resultado, depois de sucessivos empates, o Progresso soma 36 pontos, na oitava posição, enquanto o Libolo mantém-se com 54, menos três que Petro de Luanda e 1º de Agosto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.