As duas equipas de futebol da primeira divisão, Recreativo do Libolo e Sagrada Esperança, disputam a prova no feriado, 4 de fevereiro, dia da luta armada em Angola, também conhecido como dia das catanas.

Com a intenção de começar a época 2016 em grande, o campeão angolano, Recreativo do Libolo, principal favorito à conquista da Supertaça de Angola, quer eliminar de uma vez o sonho do Sagrada Esperança no Estádio 11 de Novembro, em Luanda.

Além dessa segunda maior competição do país, as duas agremiações continuam engajadas nos trabalhos técnicos, táticos e noutros aspetos, tendo em vista a participação no Girabola, Taça de Angola e nas Afrotaças.

Porém, a formação da província do Kwanza Sul, Libolo, encontra-se em terras de Camões, Portugal, onde está a realizar alguns jogos de controlo, ao passo que a turma da Lunda Norte, Sagrada, escala a Namíbia nos próximos dias com a mesma intenção, de encerrar a preparação.

Para o Sagrada Esperança competir na Supertaça de Angola substituiu o Bravos do Maquis, vencedor da Taça de Angola, por falta de verbas, enquanto o Recreativo do Libolo compete por ser o campeão nacional.

Sendo assim, o Libolo disputa a fase de grupos de acesso a Liga dos Clubes Campeões Africanos, ao passo que o Sagrada vai disputar a Taça das Confederações (Taça CAF), também conhecida como Taça Nelson Mandela.

O técnico português ao serviço do Libolo, João Paulo da Costa, mostra-se confiante no seu plantel e promete trabalhar para conquistar o seu segundo título no Girabola, o quinto da sua equipa.

Já o timoneiro da equipa diamantífera, Zoran Maki, tem a intenção de superar a época passada, por isso pede mais empenho aos jogadores, sobretudo na finalização, de modo a somarem pontos em todos os desafios, dentro e fora de casa.

Os dois emblemas angolanos, apesar de estarem a projetar a época 2016, ainda estão a pesquisar o mercado futebolístico, uma vez que as inscrições na Federação Angolana de Futebol encerram em fevereiro próximo.

Quanto ao historial da Supertaça de Angola de futebol, o Libolo conquistou apenas uma, em 2015, enquanto o adversário com quem vai lutar no dia das catanas, Sagrada, nunca conquistou o troféu da competição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.