O técnico Mário Soares vai manter-se à frente do comando técnico da equipa principal de futebol do Desportivo da Huíla, apesar da onda de maus resultados nas últimas nove jornadas do Girabola.

A garantia foi dada pelo vice-presidente para o futebol do clube militar, Neco Amaro.

Em entrevista à Angop, para fazer uma avaliação da prestação da formação, quando falta uma jornada para o fim da primeira volta, Neco Amaro disse que a equipa técnica vai se manter, porque o Desportivo é um clube com limitações financeiras e não pode dar-se ao luxo de trocar de técnicos quando quer.

«O que temos de fazer é que o técnico seja bem auxiliado para evitar os erros cometidos na primeira volta, procurando pontuar sempre nos jogos, principalmente em casa e garantir a permanência na prova», acrescentou.

O presidente lembrou que a equipa precisa de reforços, com maior realce para a baliza, assim como no ataque e lançou-se já ao mercado para encontrar um guarda-redes e um ponta de lança.

Quanto a prestação da equipa no primeiro turno do Girabola, o dirigente disse que não é medíocre, pois se o campeonato terminasse agora os objetivos estariam cumpridos (entenda-se a permanência garantida), «mas quando pensamos que já fomos a equipa sensação, passamos para nove jornadas sem ganhar, chegamos a conclusão que não é tão bom assim».

«Vamos trabalhar para fazer uma segunda volta melhor, corrigir os erros crassos da primeira volta, principalmente do ponto de vista administrativo que se repercutiram nos resultados em campo. Erramos nalguns casos, como por exemplo, após o jogo contra o Kabuscorp a equipa devia regressar um dia depois, ou seja no domingo e fê-lo apenas na segunda-feira, mesmo sabendo que teriam outro jogo a meio da semana, por isso não houve tempo de recuperar a forma física dos jogadores», explicou.

Neco Amaro acrescentou que o mesmo sucedeu após jogo contra o Libolo (empate nulo), num quarta-feira, tendo retomado o trabalho apenas na segunda-feira seguinte, erros que não podem voltar a acontecer.

Na 15ª jornada e última da primeira volta do Girabola, o Desportivo da Huíla recebe no Lubango e Progresso do Sambizanga. A equipa da Huíla tem 15 pontos e está na décima posição da tabela. A última vitória foi sobre o Porcelana do Kwanza Norte na quinta jornada (2-1).

Em 14 jogos somou três vitórias, uma das quais sobre o Petro de Luanda, na capital, seis empates e cinco derrotas, marcou 15 golos e sofreu 19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.