O Petro de Luanda teve de recorrer aos penáltis para eliminar esta quarta-feira, no estádio dos Kurikutelas, arredores da cidade do Huambo, o Clube Desportivo JGM, que atua na II divisão de Angola.

Numa partida em que o favoritismo pertencia aos visitantes, que ocupam o 3º lugar do campeonato da I divisão, os donos da casa souberam contrariar as adversidades do jogo, batendo-se de igual para igual sem receio do “peso” dos forasteiros.

O Petro de Luanda até entrou bem na partida, adiantando-se no marcador logo aos 11', por intermédio de Tiago, ao desviar de cabeça a trajectória da bola depois de um livre directo cobrado por Duarte.

Apesar do golo sofrido, os donos da casa continuaram a praticar um futebol de ataque continuado, na busca da igualdade, que viria a surgir aos 35', apontado por Kilombo, na sequência de uma jogada individual.

No reatamento, o Desportivo JGM mostrou mais atitude e ambição de vencer o jogo, aproveitando-se das fragilidades defensivas dos petrolíferos.

Apesar do ligeiro ascendente em campo, a equipa do Huambo revelava-se ineficiente nas ações atacantes, não tendo, por isso, conseguido desfazer a igualdade trazida na etapa inicial.

Rafa, Lobato e Adilson converteram os penaltis, pelo JGM, enquanto Lobato e Kilombo falharam. Pelo Petro de Luanda converteram Tiago, Mira, Ary e Etah. Na próxima fase os tricolores vão enfrentar o Domant FC.

Emparceiramento dos quartos-de-final:

Progresso do Sambizanga-Sagrada Esperança

FC Bravos do Maquis-Interclube

Recreativo do Libolo-Académica do Lobito.

Os jogos vão decorrer a 27 de agosto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.