Por motivos pessoais, o técnico Zeca Amaral deixou o comando técnico do FC Bravos do Maquis, onde conseguiu conquistar o inédito terceiro lugar.

Em declarações a Rádio-5, sem entrar em mais pormenores, Zeca Amaral afirmou que a «rescisão amigável» com o clube do Moxico, pode ser um «até breve» e a única coisa que «posso garantir é que estou agradecido ao presidente Docas pela oportunidade de emprego».

«A oportunidade de emprego que me deu permitiu dar condições à minha família. Vamos continuar amigos e desejar mais êxitos a gestão do presidente Docas», finalizou.

Zeca Amaral tinha um contrato válido por dois anos, tendo cumprido apenas o primeiro. À frente do FC Bravos do Maquis, o máximo que conseguiu foi posicionar a equipa no terceiro posto do Girabola2013, com 52 pontos, e nos quartos-de-finais da Taça de Angola.

O angolano bicampeão nacional pelo Recreativo do Libolo havia substituído uma comissão técnica, orientada pelo agora treinador das camadas de formação, Rodrigo Minotte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.