Bayern Munique e Manchester City vivem um momento algo conturbado em termos de relações institucionais e tudo por causa de Leroy Sané, dado que os bávaros estão a tentar convencer o alemão a rumar à Bundesliga.

A situação provocou algo mal-estar no seio dos citizens, e as declarações do treinador do Bayern Munique, Niko Kovac, sobre a possível contratação de Leroy Sané não caírem bem aos responsáveis ingleses.

"É muito bom jogador, nós queremos o Leroy Sané e o clube está a trabalhar nisso. Estou confiante e assumo que o podemos conseguir", tinha dito Kovac no domingo à televisão alemã ZDF.

Por outro lado, Karl-Heinz Rummenigge, diretor geral do Bayern Munique, mostrou-se descontente com esta afirmação.

"Não gostei do que ele disse. Temos boas relações com o Manchester City e com o nosso antigo treinador Pep Guardiola", afirmou o dirigente à ZDF, lembrando que "Sané ainda tem contrato" com os citizens.

"Não são comentários otimistas ou pessimistas que nos vão ajudar nessa matéria", acrescentou Rummenigge.

Agora, e depois de ter levado um 'raspanete' da direção bávara, o treinador croata veio a público retratar-se dessas declarações.

"Falei com o Pep para pedir desculpas. Estou consciente de que o Sané tem contrato com o Manchester City, por isso também quero pedir desculpas ao clube. Vou conter-me da próxima vez", disse Kovac após o jogo com o Fenerbahçe.

"Estamos avisados e sabemos que não podemos falar de jogadores que têm contrato com outros clubes", rematou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.