Jari Litmanen travou uma batalha dura contra o vírus da COVID-19. O antigo avançado finlandês, que brilhou ao mais alto nível no Ajax, contou como foi difícil os dias teve o vírus ativo no seu corpo.

"Tive febre, dor de cabeça, dores musculares, falta de ar... Foram precisas quatro semanas para que os sintomas do coronavírus desaparecessem e mais duas semanas para voltar a ficar bem. Felizmente, as dores e falta de ar não foram severas, pelo que não precisei de ir para o hospital. Mesmo assim não foi fácil. Sentia-me exausto. Fisicamente, acho que nunca me senti tão mal. Certas alturas parecia que estava a piorar", contou o antigo avançado à imprensa do seu país.

Nestes meses de isolamento, e depois na luta contra o vírus, Litmanen sublinhou que não sentiu falta do futebol.

"Só pensava o quanto estava mal e como queria ficar bom", finalizou o antigo jogador, agora com 49 anos.

Jari Litmanen é considerado o melhor futebolista finlandês de todos os tempos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.