O Al Wahda, emblema dos Emirados Árabes Unidos, confirmou ao início da tarde desta segunda-feira a informação avançada ao longo da manhã pela generalidade da imprensa desportiva: Carlos Carvalhal deixou o comando técnico do clube.

O técnico português, de 56 anos, sai ao fim de apenas quatro jogos oficiais ao leme do clube, nos quais somou um empate e duas derrotas nas primeiras três jornadas do campeonato, antes de somar, domingo, o seu primeiro triunfo no cargo, ante o Al Bataeh, por 4-0.

“O Al Wahda vem anunciar a dispensa do treinador português Carlos Carvalhal, na sequência dos resultados negativos registados pela equipa no arranque da Liga dos Emirados Árabes Unidos. A direção do clube agradece a Carlos Carvalhal pelo período em que foi treinador da equipa, desejando-lhe sucesso para a sua carreira”, refere o comunicado publicado nas redes sociais do emblema emiradense.

Chega assim ao fim prematuramente a segunda passagem de Carlos Carvalhal pelos Emirados Árabes Unidos, depois de entre 2013 e 2015 ter sido coordenador técnico do Al Ahli.

O treinador espanhol Manuel Jimenez, de 58 anos, é apontado como possível sucessor de Carvalhal, que entretanto também já foi referido como hipótese para suceder a Bruno Lage no Wolverhampton.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.