Franck Ribéry ainda não ultrapassou o que aconteceu em 2013. O extremo francês era um dos finalistas à Bola de Ouro, concorrendo com Cristiano Ronaldo e Messi, e acredita que lhe foi roubada a conquista do prémio, a favor do internacional português.

O jogador do Bayern Munique refere que a revista France Football, publicação que atribui o galardão, foi injusta, depois de ter reaberto as votações para o melhor jogador do mundo, depois de Cristiano Ronaldo ter garantido a qualificação de Portugal para o Mundial 2014, com um hat-trick frente à Suécia.

"Roubaram-me a Bola de Ouro. É incompreensível. Ganhei todos os troféus possíveis, não podia ter feito mais. Foi uma injustiça", revelou o extremo francês ao Canal Football Club, deixando também críticas aos seus compatriotas.

"Não tinha o meu país a apoiar-me. Vim com os meus próprios olhos como os franceses diziam que tinha que ganhar Cristiano Ronaldo. Será que os portugueses queriam que ganhasse eu ou Messi? Claro que não", afirmou o jogador.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.