O tributo e as homenagens a Diego Maradona não param e a mais recente proposta vem de uma senadora argentina, Norma Durango, que propôs que a cara do mítico ex-futebolista, falecido há duas semanas, aparecesse na nota de 1000 pesos, a mais valiosa do país, embora equivala a apenas pouco mais de 10 euros, na atual taxa de conversão monetária.

No verso da nota estaria o segundo golo marcado à Inglaterra marcado no Mundial do México, em 1986, relembrado como feito maior do canhoto. "Temos de pensar na parte económica. Os turistas, quando vierem à Argentina, querem levar uma nota com a cara de Maradona", justificou a senadora na proposta feita no congresso de ontem.

Além disso, a iniciativa propõe ainda a criação de selos postais comemorativos em homenagem ao ídolo argentino. "A excepcionalidade da sua vida e da sua carreira enquadram-no na tradição grega dos heróis, pelo menos como é percebido por Nietzsche em 'O nascimento da tragédia'", sublinha a senadora.

Também o ex-presidente do Banco Central argentino, Guido Sandleris, tinha já proposto algo semelhante nas redes sociais, então em 2012, bem antes do falecimento de 'El Pibe'. Na ocasião, sugeriu que Maradona estampasse as notas de 10 pesos argentinos.

Maradona faleceu aos 60 anos, no dia 25 de novembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.