Thibaut Courtois poderá estar muito próximo de assinar pelo Real Marid e o anúncio poderá tornar-se oficial nas próximas horas.

Adianta o jornal espanhol Marca, que o guardião belga terá pedido ao seu técnico no Chelsea, Maurizio Sarri, que desbloqueie a sua saída para o emblema merengue.

Para Courtois, a prioridade, é voltar para Espanha, onde vivem os seus dois filhos.

Com o mercado em Inglaterra a fechar no próximo dia 9 de agosto, aumenta a pressão para o negócio ficar concluído.

A um ano do término do seu contrato, o jogador poderá negociar a sua saída a custo zero, já em janeiro. Por isso mesmo, o Chelsea ainda espera receber 35 milhões com esta venda.

Recorde-se que Courtois representou o Atlético de Madrid, por empréstimo dos 'blues', entre 2011 e 2014.

Oblak pode rumar ao Stamford Bridge

Entretanto, os blues como resposta, podem atacar o esloveno Jan Olak. O guardião será o escolhido para render Courtois.

Depois do falhanço nas abordagens a Alisson e a Reina, Roman Abramovich está disposto, de acordo com o Mundo Deportivo, a pagar a cláusula de rescisão do guardião, que se cifra nos 100 milhões de euros.

Adianta a referida fonte, que a primeira aposta de Abramovich era o internacional inglês, Jordan Pickford, guardião que acabou por realizar um grande campeonato do mundo. Mas dadas as exigências do Everton, cerca de 65 milhões de euros pelo jogador, o líder dos blues decidiu gastar um pouco mais e tentar assim levar Oblak para Londres.

*artigo atualizado às 17h44.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.