Zinedine Zidane, treinador do Real Madrid, assumiu este sábado, na antevisão do encontro com o Espanyol, que não espera ter uma carreira muito longa como técnico, e confidenciou mesmo aos jornalista que nunca imaginou que viria a ser treinador.

"Sei que daqui a 20 anos não vou estar a treinar, vou-me retirar antes. Na minha cabeça sempre fui jogador. Tive uma boa carreira e neguei sempre a hipótese de me tornar um treinador. Acabei por o ser, mas é uma profissão que desgasta muito. E, feito o balanço, acho que fui melhor jogador que sou treinador", afirmou.

Tendo em conta que, como treinador principal dos 'merengues', já conquistou três Ligas dos Campeões, dois Mundiais de Clubes, uma Liga espanhola e duas Super Taças de Espanha, sempre ao leme do Real, que orienta pela segunda vez, talvez esteja a ser modesto. Mas a verdade é que, como jogador, para além de conquistar uma Liga dos Campeões e vários campeonatos nacionais (um em Espanha e dois em Itália), foi ainda campeão do Mundo e da Europa por França.

Seja com a bola nos pés, seja no banco de suplentes, o currículo é, pois, invejável.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.