Segue a tensão no Barcelona entre jogadores e presidente. Dentro de campo os resultados não têm sido os melhores, mas fora dele a situação parece ser ainda pior. Depois da questão que envolveu a possível saída de Messi, prosseguem as acusações e críticas entre jogadores e direção, liderada pelo presidente Josep Maria Bartomeu.
A mais recente polémica envolve o líder do clube e Piqué, que voltou a referir a questão da alegada contratação de uma empresa externa para denegrir as imagens de várias figuras míticas do clube nas redes sociais. Bartomeu respondeu e acusou o internacional espanhol de mentir.

"Gostamos muito de Piqué, mas não disse a verdade sobre gastar dinheiro para criticar jogadores nas redes sociais. Não sou eu que digo, foi o resultado de uma auditoria. Não quero entrar em discussões com jogadores em público, mas Piqué sabe que tem as minhas portas abertas", disse em declarações à imprensa espanhola.
Bartomeu enfrenta também, para além de todos estes problemas com o plantel da equipa principal, uma moção de censura de sócios que visa a sua destituição. O Barcelona tem eleições marcadas para março do próximo ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.