O antigo avançado uruguaio Darío Silva terminou a sua carreira de futebolista em 2006 ao serviço do Portsmouth, mas voltou a ser notícia esta semana em Espanha devido à sua história de vida depois de pendurar as chuteiras.

As carreiras dos jogadores de futebol são curtas e incertas e a forma como muitos atletas dão continuidade às suas vidas despertam natural interesse. O programa da televisão espanhola 'Jugones' descobriu Darío Silva em Málaga a servir pizzas para relatar a história como é que um antigo internacional uruguaio teve uma mudança tão drástica de vida.

Em declarações ao referido programa de televisão espanhola, Darío Silva recorda como encerrou a sua carreira de futebolista aos 33 anos ao serviço do Portsmouth depois de representar clubes na Serie A e na liga espanhola. Tudo porque o pai lhe disse na altura que não "ia durar mais dois ou três meses vivo", o que levou Darío Silva a regressar ao seu país.

Meses depois do falecimento do seu pai, Darío Silva acabou por sofrer um acidente de viação, em que perdeu o controlo do seu veículo e que levou à amputação da perna esquerda. Apesar desta história trágica, o antigo avançado acabou por contornar os infortúnios do destino e acabou por procurar o lado mais positivo da vida.

"Cometi um erro e aconteceu-me isto. Dói-me, mas pelo menos não aconteceu mais nada", afirmou Darío Silva, que colocou uma prótese para trabalhar.

No entanto, apesar de estar 'bem com a vida', o antigo jogador não poupa críticas aos empresários de futebol.

"Lidavam com o dinheiro, fizeram o que queriam e depois roubaram-no", sentenciou o antigo jogador, hoje com 46 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.