O médio brasileiro Arthur não se apresentou para realizar testes à COVID-19 com o restante plantel do Barcelona, depois de alguns dias de descanso concedidos pelo clube depois de terminada a Liga espanhola, tendo informado o emblema catalão de que viajou para o Brasil, onde se encontrará.

De acordo com o diário 'Sport', Arthur voltou ao seu país natal sem autorização do Barça, desrespeitando dest forma o contrato que ainda o vincula ao clube. Com a transferência para a Juventus já oficializada, Arthur considera não fazer sentido continuar ao serviço de uma equipa na qual não entra nas contas do treinador Quique Setién, sendo sua intenção rescindir de imediato o contrato.

O Barcelona, por seu lado, informou já o jogador de que o vínculo continua em vigor até ao final da da época 2019/20, que para os "blaugrana" terminará com a conclusão da Liga dos Campeões.

Ainda segundo o 'Sport', nem a possibilidade de ainda poder jogar alguns minutos na Champions faz o brasileiro mudar de ideias e este não pretende mesmo voltar a envergar a camisola do Barça, que deverá desta forma instaurar um processo disciplinar ao jogador de 23 anos.

Em 2020/21 Arthur será colega de Cristiano Ronaldo na Juventus, com Pjanic a fazer o trajeto inverso, deixando Turim para rumar ao Barça.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.