Em entrevista ao jornal Mundo Deportivo, Arthur, que joga no Barcelona, abordou a sua adaptação ao clube catalão, referindo que ficou encantado por ter conhecido dois dos seus jogadores preferidos. O brasileiro disse mesmo que teve de tocar em Iniesta para ter a certeza que existia.

"Conhecer Iniesta? É um ídolo que segui desde pequeno. O momento foi incrível. Toquei em Iniesta para ver se era de carne e osso. Fiquei com pele de galinha. Não sabia que vinha e foi uma surpresa fantástica. Recebeu-me muito bem e agradeço-lhe por ter sido tão simpático comigo. É um momento que guardarei para sempre", começou por dizer.

"Elogios de Xavi? Também pensei que era mentira. Não estou muito dependente dos jornais, dedico o meu tempo livre a séries ou a estudar espanhol e é a minha mãe que me conta essas coisas, por isso pensei que era outra brincadeira", sentenciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.