O avançado brasileiro Neymar demonstrou no último defeso o seu compromisso com o Barcelona, ao recusar quatro propostas "astronómicas" no que toca à vertente financeira.

Contratar o dianteiro do Barça está longe de ser uma tarefa fácil. Desde logo, devido ao valor da cláusula de rescisão: 190 milhões de euros. No entanto, e segundo revela o Mundo Deportivo, quatro clubes demonstraram-se dispostos a pagar o valor em questão: Real Madrid, PSG, Manchester United e Manchester City.

Com a compra do passe do jogador bem encaminhada, restava a segunda parte da difícil missão: convencer Neymar a deixar o Barcelona. Todas as equipas demonstraram disponibilidade para fazer do jogador brasileiro um autêntico sultão, mas o avançado acabou por recusar todas as ofertas, renovando com o Barcelona por "apenas" 15 milhões de euros anuais.

E dizemos "apenas" porque a oferta do Real Madrid, desde logo, era bem mais elevada. O clube 'merengue' oferecia desde logo um bónus de assinatura de 40 milhões, juntando a isso um salário anual de 32 milhões de euros, com um contrato de cinco anos e mais um de opção. A proposta chegou ao jogador brasileiro através de Nelio Lucas, da Doyen.

Ao saber da oferta em questão, o PSG fez chegar uma oferta através de Wagner Ribeiro. O clube parisiense ofereceu também um bónus de assinatura de 40 milhões de euros e um salário anual de 40 milhões, mais oito milhões do que na oferta do Real e mais 25 do que na proposta do Barça. Além disso, o PSG oferecia ainda os três milhões de euros referentes ao custo das instalações do Instituto Neymar e 30% das ações de um hotel que seria construído no Brasil com o nome do jogador brasileiro.

Além do Real Madrid e do PSG, também o Manchester United estava disposto a tudo para garantir a contratação do jogador. Através do intermediário Pini Zahavi, fizeram chegar ao avançado uma proposta simples: igualariam qualquer outra oferta que chegasse à mesa do jogador.

Por fim, também o Manchester City tentou assegurar a contratação do craque brasileiro e através de Ferran Soriano entrou em contacto com o pai de Neymar, mas os 'citizens' já nem conseguiram fazer uma oferta. Nessa altura, Neymar já havia decidido continuar em Camp Nou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.