O médio argentino Rodrigo Battaglia, emprestado pelo Sporting por uma época ao Alavés, da Liga espanhola de futebol, revelou hoje que representar o clube basco foi um “desejo pessoal e um passo muito bonito na carreira”.

Sem espaço no meio-campo ‘leonino’ para temporada 2020/21, o médio defensivo acabou por rumar ao Alavés em ano de centenário, prometendo “sacrificar-se e dar o máximo pela equipa”.

"Disseram-me que os adeptos aqui são muito importantes e bastante parecidos com os da Argentina. Por isso, prometo sacrificar-me, trabalhar muito e dar o máximo por esta equipa, que me deu esta possibilidade muito importante para mim", disse o argentino, de 29 anos, na apresentação.

Battaglia sublinhou que o atuar pelo Alavés "é um passo muito bonito" na carreira e garantiu que fez "todos os possíveis" para assinar contrato com o clube basco, 16.º classificado na temporada passada.

Sobre a posição em que pode render mais, o internacional argentino, que em Portugal também jogou pelo Sporting de Braga, Desportivo de Chaves e Moreirense, recordou que “já atuou em várias posições no centro do campo, ofensivas e defensivas”, mas colocou-se à disposição do treinador para “ajudar seja em que posição for”.

Durante três temporadas ao serviço dos ‘leões’, Battaglia apontou três golos em 88 jogos e conquistou duas taças da Liga e uma Taça de Portugal, tendo sido um dos principais alvos do ataque à Academia de Alcochete.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.