O Valência e a câmara da cidade chegaram a um acordo para saldar a dívida de 19 milhões de euros que o clube tinha para com o município, o que permitirá o recomeço “imediato” das obras do novo estádio.

O anúncio foi feito pela presidente do município, Rita Barberá, que mostrou a sua satisfação com o acordo alcançado com o clube, presidido por Amadeo Salvo.

A Câmara valenciana receberá em nove anos 23,3 milhões de euros (a dívida acrescida de um juro de 3,5%), sendo a primeira parcela de 990.846 euros (cinco por cento da dívida total), e as restantes em nove pagamentos, a partir de 15 de outubro.

Os gastos notários serão da responsabilidade do clube, que oferece como garantia algumas instalações do novo estádio, nomeadamente o parqueamento, que a câmara espera não ter de executar.

“Este acordo demonstra o forte compromisso da entidade de Mestalla e dos seus proprietários para assumirem os compromissos históricos pendentes com a Administração pública e que, assim, ficam resolvidos”, referiu o clube em comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.