Os dirigentes de 12 clubes espanhóis da primeira divisão de futebol que se consideram lesados pela repartição «desigual» dos direitos televisivos a favor do Real Madrid e do FC Barcelona reúnem-se hoje, em Sevilha, para encontrar uma solução.

O presidente do Sevilha, José Maria del Nido encabeçou o grupo de clubes de futebol espanhol «indignados», que consideram que a repartição dos direitos de televisivos para os chamados “dois grandes” contribuirá para criar um futebol a duas velocidades.

Durante a reunião, os clubes devem abordar esta repartição «desigual e injusta» que «favorece ano, após ano, o Real Madrid e o FC Barcelona, em detrimento dos outros», indicou Del Nido num comunicado hoje divulgado.

Na época passada, a Mediapro, sociedade que detém os direitos televisivos em Espanha, deu 140 milhões de euros ao Real Madrid e ao “Barca”, repartindo apenas 12 milhões pelo Levante, Hércules, Gijon, Málaga e Real Sociedad.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.