Lionel Messi assinou recentemente um novo contrato com o Barcelona, prolongando a sua ligação aos catalães até 2016. Todavia, a legalidade deste acordo foi colocada em causa pelo sindicato internacional de jogadores de futebol (FIFPro), que enviou uma carta à Comissão Europeia a contestar esta situação.

Com efeito, os regulamentos da FIFA definem que os contratos dos jogadores não podem exceder os cinco anos de duração.

Este contrato de Lionel Messi estabeleceu ainda uma claúsula de rescisão na ordem dos 250 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.