O governo britânico confirmou hoje que o Real Madrid não terá que efetuar a quarentena obrigatória quando se deslocar a Manchester para enfrentar o City, na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol.

No sábado, o Reino Unido excluiu a Espanha da lista de países seguros e isentos de quarentena, devido à pandemia da covid-19, mas o governo liderado por Boris Johnson explicou hoje que a medida não se vai aplicar à comitiva do Real Madrid, que deverá defrontar o Manchester City em 07 de agosto, no estádio Etihad.

Na primeira mão, em 26 de fevereiro, o Manchester City bateu os ‘merengues’, por 2-1, no Santiago Bernabéu. O capitão do Real, Sérgio Ramos, foi expulso nesse jogo e está impedido de participar na segunda mão.

O Comité Executivo da UEFA decidiu que Lisboa vai ser o palco para o desfecho da edição de 2019/20 da Liga dos Campeões, com uma inédita ‘final a oito', em eliminatórias apenas com um jogo, nos estádios da Luz e José Alvalade, entre 12 e 23 de agosto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.