Aos 12 minutos de jogo, ainda o marcador não tinha sido inaugurado, adeptos catalães apontaram um laser a Cristiano Ronaldo, quando este se preparava para marcar um livre.

Já na segunda parte, a vítima da fúria dos adeptos “blaugrana” foi o outro português em campo, Pepe, após ter sofrido uma falta de Thierry Henry.

A utilização dos lasers em recintos desportivos foi proibida, mas parece que continuam a entrar nos estádios. O Nápoles, por exemplo, foi multado em 15 mil euros por prática semelhante num jogo da liga italiana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.