O internacional português do Real Madrid revelou numa entrevista concedida ao jornal 'El Mundo' que espera poder 'viver como um rei' depois de abandonar a sua carreira de futebolista, e que ao contrário do que muitos pensam, a vida de um profissional de futebol está cheia de condicionalismos.

"Podemos dizer que temos dinheiro, carros, casas, mas isso não é tudo. Um exemplo: este sábado há um combate de boxe em Las Vegas e eu gostava de pegar na minha família e amigos para o ver. Não posso porque não tenho tempo. Não me lamento agora porque me estou a sacrificar, mas depois quero viver como um rei", disse Cristiano Ronaldo em entrevista ao jornal 'El Mundo'.

Questionado sobre o seu comportamente dentro de campo, Cristiano Ronaldo assume que 'não gosta de perder' e que por vezes isso leva-o a ter gestos que depois se arrepende.

"Saem-me com naturalidade, não os planeio, tenho-os porque não gosto de perder. Às vezes arrependo-me. Muita gente diz que não se arrepende. É mentira. Eu arrependo-me muitas vezes. Isso também explica a pessoa que és. Se sou assim, se tudo o que consegui no futebol foi por ser assim, não me podem pedir que mude. Se me pedem para melhorar, aceito. Mudar é muito complicado", atirou o internacional português.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.