Johan Cruyff passou em revista a atualidade do futebol espanhol, mostrando-se particularmente crítico relativamente aos episódios do último duelo entre Barcelona e Real Madrid.

O jogo ficou marcado pela polémica, com as provocações entre jogadores das duas equipas e o episódio que envolveu José Mourinho, que meteu um dedo no olho do adjunto de Pep Guardiola, Tito Vilanova.

De acordo com o antigo jogador e treinador do Barcelona, esse gesto de Mourinho mais não foi do que um «ato de prepotência e impotência.

«Nunca vi nada igual. Há milhões de crianças no mundo que estão a receber um péssimo exemplo e no Real não estão a prestar atenção a isso», atirou o mentor do antigo 'Dream Team' da década de 90 dos catalães, acrescentando: «A atitude de Mourinho também afeta a imagem dos seus jogadores».

Sobre o gesto de Mourinho, Cruyff foi ainda mais duro: «É um ato de prepotência e impotência. Muita gente diz que ele faz de propósito para desviar as atenções e que assim não se fale de futebol, mas não acredito nisso.»

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.